Uma história sobre o meio ambiente da Indonésia
"Nós estamos plantando árvores para proteger as comunidades de cacau contra as inundações e reduzir a erosão do solo"

Por Ibu Siti, produtor e membro da Unidade de Risco de Disastre

Na Indonésia, na província de Lampung, muitas comunidades de cultivo de cacau estão vulneráveis a desastres naturais, tais como inundações. Para resolver essa questão, o Cocoa Life fez parceria a Save the Children e o parceiro local Watala, para fornecer aos produtores mudas de árvores gratuitas para combater a erosão do solo. Este programa serve como um modelo para o país, o qual será adaptado localmente de acordo com as necessidades de cada comunidade. A seguir, uma integrante da comunidade Ibu Siti discute a experiência de sua aldeia e os seus esforços:

Nossa aldeia de Banjar Negeri foi atingida por desastres naturais muitas vezes. Enfrentamos cinco inundações desde 1968. Três anos atrás, chuvas pesadas provocaram uma inundação repentina que afetou 128 famílias. As residências foram destruídas, as pessoas ficaram feridas e as terras agrícolas cobertas de lama. Depois, tiveram problemas de saúde, tais como doenças de pele.

Para ajudar a preparar-nos para desastres potenciais no futuro, o programa Cocoa Life está elaborando os Mapas de Risco de Desastres. Como parte deste programa, o seu parceiro Save the Children facilitou reuniões para aumentar a conscientização. Eles auxiliaram também a desenvolver um plano de ação para a redução do impacto de um desastre — e reforçar a nossa capacidade para lidar com os seus efeitos. Por exemplo, os membros da aldeia formaram uma Unidade de Risco de Desastres. A nossa função é fornecer suporte antes, durante e depois de um desastre. Isso inclui tudo, desde um sistema de alerta antecipado à evacuação de vítima, recuperação e reconstrução.

O nosso plano de ação foi coordenado com recursos governamentais. Para mitigar os efeitos de um desastre natural, os produtores rurais receberam mais de 24.700 de mudas de frutas gratuitas para plantar em suas fazendas e ao longo da margem do rio. As raízes das árvores retêm a água para reduzir a erosão do solo. As folhas diminuem a pressão da queda da água da chuva também, o que pode ajudar a prevenir deslizamentos.

image1
image2

Um dos desafios deste programa é mudar a mentalidade dos companheiros da aldeia. Aqueles que ainda não foram afetados, podem não estar cientes do perigo dessas mudanças ambientais. Um modo de promover a conscientização é por meio dos jovens. Eles têm mais acesso à informação do que seus pais, e eles são os únicos que serão afetadas pela nossa condição atual. Como parte de uma campanha da juventude e comunidade do programa Cocoa Life, 400 jovens e membros da comunidade plantaram 3.000 árvores em Lampung. Eles são a próxima geração, por isso é salutar vê-los envolvidos desde o início.

Fizemos progressos, e foi realizado por meio de parcerias. Antes, os produtores não tinham conhecimento do programa de mudas gratuitas do governo. Save the Children trabalhou com a Watala, uma ONG local, para ajudar a nossa comunidade apresentar uma proposta de acesso ao Centro de Gestão de Bacias Hidrográficas, uma agência governamental. Eles auxiliaram também com a distribuição. Este é um exemplo de como as organizações podem maximizar os resultados quando trabalham juntas.

De Nosso Parceiro Watala

"O fornecimento de mudas por meio do programa Cocoa Life visa proporcionar valor agregado para a comunidade com o plantio de mudas de frutas. Além de ser um esforço de conservação, esperamos aumentar a fertilidade do solo também, para aumentar a disponibilidade de oxigênio, para controlar a erosão e melhorar a conservação de bacias hidrográficas."

Edi Karizal, representante-chefe de Watala

Do Nosso Parceiro Center For Watershed Management

"BPDAS (Balai Pengelolaan Daerah Aliran Sungai/Centro de Gestão de Bacias Hidrográficas) conseguiu dar aos agricultores acesso às mudas de árvores do governo por meio do nosso programa de distribuição. Este é um esforço conjunto que, com o Cocoa Life, apoia a participação da comunidade na conservação da terra e proteção do meio ambiente. A meta é dar mais acesso às comunidades de cacau para obter mudas de qualidade para que possam ajudar na conservação da terra e cultivar também em seu quintal plantas úteis."

Slamet Mulyani, S.P. Ag, gerente de viveiros BPDAS Lampung do Sul