Uma História sobre os Meios de Subsistência de Gana
"A história de Cecilia Manu é um exemplo excelente de como o programa de Poupanças e Empréstimos da Vila muda as vidas das famílias do cultivo do cacau."

Por Theophilus Nkansah, gerente de Projeto da CARE International

A segurança financeira é uma aspiração fora de alcance para muitos produtores de cacau, pois os seus ganhos sazonais e a baixa renda não são apelativas para as instituições bancárias. O programa Cocoa Life uniu forças com a CARE International e outras ONGs para iniciar as Associações de Poupança e Empréstimo da Vila (VSLAs) nas comunidades de lavoura do cacau. Theophilus Nkansah da CARE International fornece ideias para o programa:

Mais de 6.000 produtores de cacau registrados nas cooperativas residem nos distritos de Asunafo Norte e Amansie Oeste em Gana. Esses produtores de cacau enfrentam desafios complexos que afetam a sua produtividade e os meios de subsistência. Problemas na comunidade como incêndios florestais e poucos rendimentos são comuns para os produtores de cacau. A sua vulnerabilidade piora com a condição instável dos rendimentos relacionados à lavoura e a falta de acesso aos serviços bancários.

As instituições bancárias e empresas de microfinanças são relutantes em estender os seus empréstimos para grupos rurais porque eles não podem dar garantias, e possuem poucas economias. Além do mais, a falta de educação financeira significa que não háuma cultura de poupança em comunidades de cacau.

Então, a CARE International, o programa Cocoa Life, e outras ONGs reuniram-se para formar as Associações de Poupança e Empréstimo da Vila (VSLAs) nas comunidades de cultivo de cacau. Integrantes da VSLA fazem pequenas contribuições monetárias regulares a um fundo compartilhado, do qual podem tomar empréstimos a juros de modo individual — até três vezes o valor da sua contribuição — após três meses de contribuição.

No final de um ciclo de um ano, a soma do fundo é compartilhada entre os integrantes de acordo com as contribuições feitas, e começa um novo ciclo de contribuição. Os membros também estabelecem um fundo de seguro exclusivo para ajudar em emergências.

O projeto piloto pioneiro da VSLA começou em 2012. Desde de agosto de 2015, 217 VSLAs foram implementadas em 60 comunidades em Gana e 132 VSLAs entre as 11 comunidades na Costa do Marfim, envolvendo mais de 7.600 membros.

Os membros das VSLAs usam os fundos para uma variada gama de investimentos, incluindo a compra de fertilizantes que aumentam a sua produtividade, um capital inicial para novas empresas, a expansão dos negócios existentes, novas fazendas de cacau, a reabilitação de fazendas de cacau antigas e a contratação de trabalhadores.

image1

© Photography by Care International

image2

© Photography by Care International

A história de Cecilia Manu, mãe de quatro filhos, que vive na comunidade Bonsaso, é um exemplo excelente de como o programa VSLA muda a vida das famílias nessas comunidades. Cecilia trabalhou no cultivo de cacau por décadas. Por dificuldades financeiras e rendimentos inconsistentes, comuns para a maioria dos produtores de cacau, Cecilia e seu marido vinham lutando para comprar livros e pagar as mensalidades escolares para a educação de seus filhos. A sua situação tornou-se ainda mais desanimadora na época de escassez, quando a família se empenhava para conseguir as três refeições diárias.

Desde que Cecilia tornou-se um membro da “Onuado Kuo”, um grupo da VSLA, as marés mudaram, e o seu rosto agora brilha de alegria. Cecilia contribui a cada semana para o fundo do seu grupo com as pequenas economias que ela recebe dos rendimentos agrícolas. Como resultado, ela recebeu fundos como parte de um benefício de “partilha” de suas contribuições mais os juros acumulados do grupo ao longo do período.

Mulheres como Cecilia respondem por cerca de 70% dos participantes destes VSLAs. Uma participante usou microempréstimos da sua VSLA para abrir uma loja que passou a ajudar sua família naquele período em que a sua fazenda de cacau teve baixo desempenho. Outras ainda, como Mary Adjei, cuja família vivia sem provimento para o dia seguinte até começar a participar de uma VSLA em Otwebediadua, receberam oportunidades para manter sua fazenda adequadamente, pagar por trabalhadores e enviar seus filhos e netos para a escola.

"O grupo da VSLA mudou a minha vida. Quando eu entrei, eu não sonhava que um dia conseguiria tantos ganhos com o compartilhamento. Eu posso pegar emprestado dinheiro do fundo do nosso grupo para ajudar o meu marido e pagar as mensalidades escolares dos nossos filhos. Eu agora pude abrir a minha própria Chop Bar, contratar funcionários e comprar produtos agroquímicos para a minha lavoura. A minha lavoura ficou mais bonita. A VSLA é uma bênção."

Cecilia Manu

VSLA
Da nossa parceira CARE International

"Acesso a financiamento é a chave para assegurar a prosperidade material e capacitar as comunidades de cultivo de cacau. O programa Cocoa Life não apenas testemunhou o sucesso do modelo de Associações de Poupança e Empréstimos da Vila (VSLA) da Care International em aproximar os membros das comunidades como na formação de uma cultura de poupança, melhorando os seus níveis de educação financeira e as habilidades de gerenciamento. Mais importante, o programa é um fator chave para o empoderamento econômico das mulheres. Basicamente, leva à melhoria da qualidade de vida dessas famílias."

Christine Svarer, Liderança no Envolvimento do Setor Privado, CARE International do Reino Unido